Tag Archives: SITU

O Cortiço na “Estante empoeirada”

Há tempos não comprava um livro, me sentia vaziiiiiia por dentro…

Mas tudo mudou quando vi a máquina de sonhos…bem parecida com aquelas máquinas de chocolates que vemos nos filmes sabe?! Só que com um sabor MUUUUUUITO MELHOR….o de CONHECIMENTO!

No ensino médio tive uma fase super cool, só queria ler os famosos clássicos brasileiros como: Dom Casmurro, Vidas Secas, Memórias de um Sargento de Mílicias…Na época meu cérebro era beeeem menor do que já é, então imagine como era frustrante não entender a fundo o que o querido Machado de Assis queria dizer com toda aquela linguagem complexa?!

De todos os que li (que não foram muitos), um deles me conquistou com sua história envolvente, cheia de cores e sabores, sentimentos intensos, gingado, malícia, e todo o nosso tesão brasileiro. Foi com “O Cortiço” que Aluísio Azevedo me deixou de quatro pelo Naturalismo/Realismo. Eita vontade de morar no Rio de Janeiro e curtir AQUELE samba gostoso…

Foi ao ver este livro fantástico, a venda por apenas R$ 2,00 na Estação da Luz, que quase tive orgasmos múltiplos!

capacorticoBXcapacortico2BXcortico14904

*Imagem 1 e 2 são do desenhista Rodrigo Rosa

A máquina passou desapercebida por milhares de pessoas durante o dia que acabou, durante a semana que passou, durante o mês que voou…se soubessem o tesouro (um dos) que ali estava, com certeza haveria uma fila enorme para consumi-lo.

Seria ótimo se existissem máquinas iguais espalhadas pelo Terminais do SITU aqui em Jundiaí (SONHO!). Mas enquanto isso não acontece…vou reler “O Cortiço” antes que ele se acomode em minha prateleira empoeirada!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Filed under Cotidiano, Cultura, Eu

Vida de Sardinha – O início

Depois de 6 anos andando de busão TODO DIA, resolvi retratar aquilo que estou cansada de ver. Carnaval, Páscoa, Dia das Mães, dos Pais, da Vó, Dia das Crianças, Natal, Ano Novo…por incrível que pareça, acho que já andei de ônibus em todos estes dias.

A idéia do Cidadonos já esta impregnada em minha cabeça, e por isso, como dona da minha cidade vou falar dos meus sonhos para Jundiaí!

Então segue o post de Hoje.

Todos aguardando até que algum motorista resolvesse parar

 

INDIFERENÇA = MAU CARÁTER


Fico impressionada com o caráter de alguns dos motoristas desta cidade.

Hoje. 7h55 da manhã. O ônibus 2908, da linha 952 – Term. Colônia/ Term. Central – parou em meio à Av. Henrique Andrés, mais conhecida como a rua do Cemitério do N. Sra. do Desterro, e não conseguia prosseguir por estar com sabe se lá que problema mecânico.

Vendo isso, o FDP do motorista que passou logo em seguida, da linha 941 indo para o Term. Central, NÃO PAROU mesmo que seu carro estivesse praticamente vazio e o motorista da linha quebrada pulando como um macaco para que ele parasse.

Agora me responda se isso tem alguma explicação plausível?????

FIM DA HISTÓRIA:

Mais de 50% dos passageiros acabaram seguindo a pé até seus destinos, enquanto os que ali permaneceram (tipo EU) só conseguiram que uma “alma caridosa” parasse a PORRA do ônibus após 10 minutos de espera. Como se fosse um favor e não uma obrigação, afinal, são quase 150 reais do meu salário todo mês. Dez minutos fazem toda diferença, e muita gente (como EU) chegou atrasada no trabalho.

2 comentários

Filed under Vida de Sardinha