Tag Archives: Meio Ambiente

A ciência da liberdade

Imagem

“Os poderosos temem o cidadão que é capaz de discutir, pensar e questionar”, a afirmação de Milton Jung na noite de ontem, não é novidade para alguns jundiaienses que estão acostumados a “levar paulada” por falar demais. E é disso que o povo tem medo, de uma repreensão mais forte do que seus direitos.

Faltando seis meses para as eleições municipais, não é difícil prever qual será a pauta mais discutida pelos políticos da Terra da Uva. Além dos assuntos básicos como saúde, cultura e educação, os políticos tem se mostrado intensamente interessados em ouvir os pedidos do povo que luta em defesa da Serra do Japi.

Na noite de ontem (02/04), chegamos a 3º Consulta Pública organizada pela Prefeitura Municipal de Jundiaí. O intuito é fazer com que a população contribua para a melhoria da gestão, uso e ocupação da Serra do Japi, através do esclarecimento da Lei 417/04 e a consulta a população que vive próxima a Serra.

Agora a bandeira verde será hasteada por todos, as promessas serão muitas, e tudo que não foi feito em 20 anos será resolvido nos próximos meses. Apesar de “cricri”, sou uma pessoa positiva e espero que isso aconteça. Como disse a um colega jornalista na Consulta Pública do último sábado (31/03), no bairro Santa Clara, não concordo que políticos usem o tema como muletas, para crescerem e aparecerem, sendo que muitos deles não entendem muita coisa a respeito.

Acho saudável a discussão, afinal, é de interesse de todo jundiaiense que seu maior bem natural seja preservado. Mas há duas coisas totalmente diferentes que vão entrar em cena nesse período, e será preciso que todos fiquem alertas, elas são a boa e velha política, e a sua irmã má, a politicagem (sendo a última uma espécie de doença maldita na sociedade). Então cuidado quando um médico virá o maior entendedor de segurança publica, o delegado um “expert” em economia, ou um empresário, o ambientalista do ano. Se a causa da sua vida é o Meio Ambiente, perca uns minutinhos tentando descobrir quem realmente apresenta propostas coerentes, e entende do tema. Faça o mesmo com cultura, saúde ou segurança, e chegue a suas próprias conclusões.

Fico feliz que a população seja consultada, e aguardo ansiosamente qual será o resultado, na esperança de que tais contribuições não sejam engavetadas e guardadas como registro histórico de um povo que tentou proteger o que é seu, dos seus filhos, netos e das futuras gerações.

Deixe um comentário

Filed under Meio Ambiente

CAMPINAS: CAPIVARAS FORAM ENVIADAS PARA CRIADOURO

Mata Ciliar Apoia Manifestação Contra Matança de Capivaras em Campinas

 Se você não concorda com as medidas adotadas pela Prefeitura de Campinas e pelo IBAMA ajude a protestar.

 As capivaras do Parque Taquaral em Campinas (parque público) foram enviadas para um criadouro (particular ?) em Miracatu (SP). Fala-se que estas capivaras enviadas para o abatedouro (criadouro) não serão abatidas, e que servirão para reprodução (e quem poderia garantir isto?). Mas certamente suas proles serão comercializadas, medida que não é aceita pelos ambientalistas. O destino de outras capivaras que ainda estão em outros parques públicos como o Lago do Café ainda é incerto.
Sob o pretexto de prevenir casos de febre maculosa, a Prefeitura de Campinas em ação conjunta com o IBAMA, descarta uma solução ecológica para combater o carrapato que pode transmitir a febre maculosa. A febre maculosa é uma doença causada por uma bactéria transmitida ao homem pelo carrapato estrela, que tem na capivara seu principal hospedeiro.
O método encontrado pelo IBAMA e pela Prefeitura de Campinas para combater o carrapato é cruel para as capivaras. . Outras medidas poderiam ser tomadas.
Se você não concorda com as medidas adotadas pela Prefeitura de Campinas e pelo IBAMA ajude a protestar. É importante escrever porque o destino das outras capivaras de outros parques públicos de Campinas, com as do Lago do Café, ainda é incerto. Já teve início a construção de cercados para a captura das capivaras do Lago do Café.
– Nota: em algumas matas do Estado de São Paulo, a extinção da capivara está fazendo que uma determinada planta (que se alimenta dela) se multiplique desordenadamente, sufocando e eliminando outras espécies de plantas, prejudicando a diversidade de plantas.

Escrevam ou telefonem para:

? Prefeitura Municipal de Campinas: no Link  http://www.campinas.sp.gov.br/ clique em ?Fale Conosco? (as pessoas que moram em Campinas podem reclamar no telefone 156, e terão direito a uma resposta por escrito da Prefeitura)
? Jornal Correio Popular (Campinas)  leitor@cpopular.com.br cpopular.com.br
? IBAMA: através da Linha Verde 0800-61-8080, a ligação é gratuita de qualquer ponto do país. E-mail:  linhaverde.sede@ibama.gov.br

Vejam o que diz a presidente da Sociedade de Proteção à Diversidade de Espécies (Proesp) em depoimento para o jornal Correio Popular (Campinas) de 19/2/2005:

MÉTODO CRUEL
As últimas famílias das capivaras que viviam em nossas áreas verdes estão sendo levadas para o abate. Apesar de todas as tentativas de ambientalistas para que outras formas de combate aos carrapatos fossem utilizados, a mais cruel e deseducativa ? economicamente compensadora ? foi implantada com o aval do IBAMA. Devido ao desequilíbrio da cadeia alimentar, destruição dos habitats e caça, nosso futuro silvestre se extingue. Nos últimos anos, a destruição de habitats assumiu o primeiro lugar na lista das causas de extinção em escala planetária. A capivara, animal manso e belo também se extingue em nosso Estado, satanizado como responsável por uma doença transmitida pelos carrapatos, que poderiam ser controlados por outros instrumentos sanitários. A situação de Campinas, que preserva só 2,5 % da mata original, nos leva a discordar dos métodos adotados.

Texto retirado do site: http://www.midiaindependente.org/pt/red/2005/02/308404.shtml

Deixe um comentário

Filed under Meio Ambiente

As vezes me sinto assim…

Deixe um comentário

Filed under Sem categoria

Foto do dia

 Lugar de animal silvestre é a natureza!

Deixe um comentário

Filed under Sem categoria

Foto do dia!!!

Deixe um comentário

Filed under Sem categoria

Domingo foi dia de Bicicletada em Campo Limpo Paulista

1ª Bicicletada em Campo Limpo

 

Entre adultos e crianças, mais de 150 pessoas participaram da 1ª Bicicletada em Campo Limpo Paulista neste domingo (30/01/2011). O encontro começou às 16 horas, na Av. Alfred Krupp, próximo a estação de trem da cidade de Campo Limpo Paulista. O grupo percorreu ao todo 10 km de bicicleta, passando pelas principais ruas da cidade.

Tal iniciativa partiu do comerciante João Prado Jr., que preocupado com o aumento dos problemas decorrentes do uso de automóvel, se inspirou no Bicicletada de outros municípios, como São Paulo e Jundiaí, para convidar seus amigos a se mobilizar a favor do uso de bicicletas como meio de transporte.

Os participantes puderam colaborar com o abaixo assinado solicitando a Prefeitura de Campo Limpo estacionamentos para as bicicletas. O que é só o começo, pois na cidade ainda não há ciclovias.

Segundo Mário Medina, Técnico em Meio Ambiente e morador de Campo Limpo Paulista há mais de 40 anos, muitos são os motivos para deixar o carro na garagem, “O Bicicletada é importante para estimular as pessoas a ajudarem o Meio Ambiente, melhorar a saúde, proporcionando boa qualidade de vida e economia financeira, além de ser uma forma de lazer”, explica.

Além dos Agentes de Trânsito e da Guarda Municipal, o evento recebeu apoio do comércio local e de empresas como a SABESP, a Loja Central de Esportes e a Associação Cultural de Artes Marciais Wong Loud.

Conheça o Bicicletada Jundiaí

Veja mais fotos:

Flickr Cíntia Carvalho

Campo Limpo Net

2 comentários

Filed under Sem categoria

Adote um animal!

O Bem-te-vi foi encontrado com mais dois irmãos, ainda filhotes. As oncinhas estavam em uma plantação em Uberaba.

Nome comum: onça parda, suçuarana, puma, leão baio, leão da montanha
Nome científico: Puma concolor

O Bem-te-vi foi encontrado com mais dois irmãos, ainda filhotes. As oncinhas estavam em uma plantação em Uberaba, Minas Gerais. Infelizmente, essa cena está sendo cada dia mais freqüente, devido ao desmatamento e conseqüente destruição do habitat natural desses animais.

Os filhotes chegaram na Associação Mata Ciliar no dia 15 de julho de 2000. Seus nomes eram: Bem-te-vi, Curió e Sabiá. Sabiá infelizmente não resistiu e morreu ainda filhote. Bem-te-vi e Curió vivem na Associação até hoje.

Bem-te-vi é muito calmo, tranqüilo e tem um olhar que cativa a todos.

Fonte: http://mataciliar.org.br/mata/index.php?option=com_content&view=article&id=14:bem-te-vi&catid=14:adote-um-animal&Itemid=15

Deixe um comentário

Filed under Sem categoria