Tag Archives: Cotidiano

Sadomasoquismo só em Vênus

Hoje vou deixar a ART de lado, para fazer MANHA…

A questão é a seguinte, ou eu tenho testosterona em excesso, ou essa porra de vida de mulher é plena pratica sadomasoquista disfarçada de vaidade. Confesso que NUNCA vou entender o motivo de tanta tortura… e faço questão de explicar detalhadamente o que acontece!

Quer pintar a unha?
– Não basta passar a merda da tinta colorida e pronto, a manicure tem que tirar bifes da sua cutícula para comer no almoço, e muito mal passado por sinal porque do contrário não sangraria tanto.

Quer ver seu corpo livre de pelos?
– Mesmo eu odiando pelos, essa pratica me irrita pois ela nunca tem fim. Para ajudar temos mais de uma forma de fazer isso, é só você escolher qual dor você suporta mais:

a) Cera quente: o próprio nome já diz, pra começar o barato é quente…mas essa não é a pior parte, só espere quando a depiladora chegar com aquele adesivo fdp tirando pelos dos lugares mais sensíveis do seu corpo. Você ia preferir que lhe dessem um soco!

b) Laminas (gillete): a merda funciona até que você não se corte, ou seja vitima de uma alergia desgraçada que vai encher sua perna de bolinhas vermelhas que coçam e viram feridas depois.

Quer tirar as sobrancelhas?
– Se eu descobrir a filha de uma quenga que inventou de tirar a sobrancelha… EU MATO! De tudo, é o que eu mais odeio. Sabe quando você bate o dedinho do pé na beira da cama? Multiplique isso por cinco. Para esse tipo de tortura também há algumas opções:

a) Pinça: a forma mais clássica de causar dor em uma garota como eu, que por sinal odeia sentir dor. Seus pelos são arrancados um a um sem dó, em um ritmo frenético que não da tempo nem de desistir.

b) Linha: essa dor é como tirar o tampão do dedão do pé, ou ralar o joelho no asfalto. Quase soquei aquela velha que ainda virou pra mim e disse: “nossa como você é mole, assim não vai aguentar ter um filho”…e quem falou pra essa filha da puta que eu quero?

Por fim, ontem experimentei outras dores que quase me tiraram do sério…
Fui toda feliz cortar meu cabelo e refazer as luzes, afinal, ele estava um caos. Mas o detalhe é que meu cabelo é MUITO cacheado e a querida cabeleira quase arrancou meu coro cabeludo por dois motivos:
– Desembaraçou meu cabelo sem molhar ou encher de creme para pentear… o que é um CRIME para cabelos cacheados!
– e para fazer as luzes, minha cabeleira afro descendente foi puxada, mecha por mecha, por uma agulha de crochê que parecia furar meu cérebro…

Vejam imagens da tortura…

Nem eu acreditava que estava tão grande!

um palmo a menos...

Foto ridículaaaaaaaa....pura tortura!

...

Mas no fim valeu a pena!

Felizmente, tudo isso tem um por que……..fazer bonito(inveja) para………….. outras mulheres!
É isso mesmo, não gostamos de admitir, mas já entendemos que os homens não notam bosta nenhuma, e no final, o mais legal é competir com as suas amigas (e inimigas) quem é a mais gostosa!

3 comentários

Filed under Cotidiano, Eu

Cover Fest – By John Viudes

Divulgando matéria do John Viudes!

Cover Fest 2 mescla Heavy metal e solidariedade em Várzea Paulista

Evento acontece no dia 18 de junho, no clube de campo da cidade e arrecadará alimentos para Casa Transitória do município

               

        Com o objetivo de exaltar o Heavy Metal e o Rock N’ Roll como forma de cultura, a segunda edição do festival de bandas Cover Fest acontece no próximo dia 18 de junho, a partir das 15h, no Clube de Campo de Várzea Paulista, também conhecido como Clube Periquito. Esta edição contará com 12 bandas cover que interpretarão os grandes clássicos do Heavy/Rock mundial em um local amplo e de fácil acesso para quem reside em cidades vizinhas ou na capital.

        As bandas cover que participarão do evento são: Iron Maiden (Infinite Dreams), Spectroz (Metallica),Motörfuckers (Motörhead), Rust In Beer (Megadeth), Devilish (Manowar), Mercyful Diamonds (Mercyful Fate e King Diamond), Cross Bones (Dio), Pornstars (Cinderella),  Fúria V8 (Sepultura), Scarlet Moon (Épica), Alexímia (Lacuna Coil) e Rock In Fox (AC/DC).

        Os ingressos poderão ser adquiridos no início de maio, em pontos de venda que serão anunciados em breve. Quem comprar antecipado pagará R$10. Já para quem deixar para comprar no dia do evento o preço será R$15.

Rock e solidariedade

        Os organizadores informam que no dia do Cover Fest os presentes deverão levar um quilo de alimento que será doado à Casa Transitória de Várzea Paulista, que abriga mais de 50 crianças e adolescentes que forão retiradas das famílias por serem vítimas de abuso, violência, abandono e maus tratos. A casa Transitória fica na Av Arnaldo Gut, 1251, no bairro do Mursa, em Várzea Paulista. O telefone do local é (11) 4595-0578.

Excursões

        Haverá dois ônibus fretados para trazer interessados ao evento. Um deles saíra da Estação Terminal Barra Funda, em Sâo Paulo, e o outro partirá de Campinas com direção à Várzea Paulista, local do evento. Interessados devem entrar em contato através do e-mail jv.lenon@gmail.com  ou pelo número (11) 9851-0049 para conhecer as formas de pagamento e outras facilidades. Quem chegar ao evento nessas excursões terá direito à ingresso promocional.

Reconhecimento

        Para Lucas Dantas, guitarrista da banda Rust In Beer, que executa covers de Megadeth, os presentes “vão saber porque o Rust in Beer é a banda cover mais conhecida e pedida de São Paulo e vão entender porque o próprio Megadeth abençoou a banda quando esteve no Brasil em 2010”.  Ele se referiu ao episódio em que a banda de Dave Mustaine, quando passou pelo Brasil, elogiou muito o Rust In Beer, inclusive reconhecendo o trabalho dos paulista no site oficial.

 

Deixe um comentário

Filed under Eu

Para descontrair: De quem (ou quem) são os tucanos?

Eu e minha mãe acabamos de ter um ataque de riso supremo, beirando a histeria, chegando ao ponto de rolar no chão de rir…quer saber porque? Veja só a conversa de louco:

EU (a principio era um conversa séria): – Jow, fiquei sabendo que dia 1º de maio vai rolar uma apresentação da “Esquadrilha da Fumaça” la no Parque da Cidade. Só não tenho certeza se é a Esquadrilha mesmo, mas lembro  de ter lido que são sete Tucanos. Esse modelo é o deles?

MÃE (começa o absurdo): – Jow, deve ser aqueles que estavam voando aqui perto estes dias… (qdo que a Esquadrilha da Fumaça ia voar em cima do Ivoturucaia???? O bairro não aparece nem no GPS)

JOW (meu irmão psicopata viciado em guerra): – Deve ser eles, são parecidos com os Tucanos… mas acho(ACHO???) que não, a apresentação é só no dia 1º né?!

EU (usando do meu sarcasmo): – Vai ver eles estão ensaiando, ou reconhecendo o lugar, afinal, o céu é TÃO diferente de um lugar para o outro! Deve ser o ar da Serra do Japi (kkkkkkkkk….já chorando de rir) Depois,  é só deixar os tucanos guardados ali nas árvores do parque até o dia 1º.

JOW (doente da cabeça): – Nããão!!!! Eles vão deixar guardado em um submarino igual ao da 2º Guerra Mundial (sempre as malditas guerras) submerso na represa do DAE…se naquele tempo já tinha um desses, imagine agora?

EU: – E agora que o navio (não era submarino?) deve ser do Miguel Haddad, afinal, como dizem por ai TUDO é dele aqui.(kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk)

MÃE (rainha dos insanos, e não do lar!): – É VERDADEEEEE!!!! Os aviões não são dos tucanos? (pausa para rolar no chão rindo histericamente)….

EU (sem palavras com a criatividade): kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk…..

JOW: – Cala a boca suas doidas, todo mundo vai ouvir!….

MÃE (ainda encucada com a conversa): – Mas como eles colocavam os aviões lá dentro?

EU: –  Simples mãe, é só colocar um monte de lata velha dentro da outra.

Agora já sei de onde vem minha insanidade…

Obs: Este post não reflete minha posição politica partidaria, é apenas uma charge do cotidiano.

Deixe um comentário

Filed under Cotidiano, Eu, Política

Proposta: Por Favor, Use Fone de Ouvido! – Cidade Democrática

Proposta: Por Favor, Use Fone de Ouvido! – Cidade Democrática.

Deixe um comentário

Filed under Cotidiano, Eu, Política, Vida de Sardinha

Vida de Sardinha – O início

Depois de 6 anos andando de busão TODO DIA, resolvi retratar aquilo que estou cansada de ver. Carnaval, Páscoa, Dia das Mães, dos Pais, da Vó, Dia das Crianças, Natal, Ano Novo…por incrível que pareça, acho que já andei de ônibus em todos estes dias.

A idéia do Cidadonos já esta impregnada em minha cabeça, e por isso, como dona da minha cidade vou falar dos meus sonhos para Jundiaí!

Então segue o post de Hoje.

Todos aguardando até que algum motorista resolvesse parar

 

INDIFERENÇA = MAU CARÁTER


Fico impressionada com o caráter de alguns dos motoristas desta cidade.

Hoje. 7h55 da manhã. O ônibus 2908, da linha 952 – Term. Colônia/ Term. Central – parou em meio à Av. Henrique Andrés, mais conhecida como a rua do Cemitério do N. Sra. do Desterro, e não conseguia prosseguir por estar com sabe se lá que problema mecânico.

Vendo isso, o FDP do motorista que passou logo em seguida, da linha 941 indo para o Term. Central, NÃO PAROU mesmo que seu carro estivesse praticamente vazio e o motorista da linha quebrada pulando como um macaco para que ele parasse.

Agora me responda se isso tem alguma explicação plausível?????

FIM DA HISTÓRIA:

Mais de 50% dos passageiros acabaram seguindo a pé até seus destinos, enquanto os que ali permaneceram (tipo EU) só conseguiram que uma “alma caridosa” parasse a PORRA do ônibus após 10 minutos de espera. Como se fosse um favor e não uma obrigação, afinal, são quase 150 reais do meu salário todo mês. Dez minutos fazem toda diferença, e muita gente (como EU) chegou atrasada no trabalho.

2 comentários

Filed under Vida de Sardinha

Vícios: Livros…

“Não só de pão vive o homem. Eu, se tivesse fome e estivesse abandonado na rua, não pediria um pão, pediria meio pão e um livro. Critico violentamente os que falam apenas de reinvindicações econômicas, sem jamais ressaltar as culturais, que os povos pedem aos gritos.”*

É com este parágrafo que o Frei Betto deu um soco na minha cara hoje!
Calma, eu explico!…rs.

Tentando controlar meu consumismo, consegui canalizá-lo na compra de livros. Quando conto as pessoas, o mais comum é ouvir… “Nossa, que bom!”… mas ledo engano!

Todo mês compro em média três livros, e sabe quanto eu leio?
Agora que retornei das férias eu leio UM livro por mês… e ainda sonho com uma biblioteca pessoal.

Depois do texto publicado na Caros Amigos, comecei a pensar porque que eu preciso disso???? Conhecimento de nada serve se não for compartilhado!

Distribuir meus livros por ai nem passa pela minha cabeça (ainda não sou TÃO altruísta), mas tentarei ajudar de outra forma…

#indicaçãodehoje

Um dos livros de minha prateleira empoeirada é o Jornalismo Diário, escrito pela Ana Estela de Sousa Pinto, da Publifolha. Muito dinâmico e prático, o livro responde aos questionamentos mais comuns de quem esta começando na área, ensina como elaborar um bom currículo, provoca reflexões e oferece diversas dicas e recomendações. Há mais de dez anos à frente do Programa de Treinamento da Folha, Ana Estela fala de suas experiências, conta casos reais, histórias e exemplos de renomados jornalistas.

Eu indico!!!

Jornalismo Diário - Ana Estela de Sousa Pinto

 

*Fragmento das palavras de Frederico Garcia Lorca ao inaugurar a biblioteca de Fuente de Vaqueros (Granada), em setembro de 1931. Extraído do texto Meio Pão e um Livro [Tradução Livre] feito pelo Frei Betto, para a Revista Caros Amigos (#167/2011, pg. 9).

Deixe um comentário

Filed under Cotidiano

Boa música e uma ótima bebida!

Meu Carnaval começou bem…

Ontem fui curtir com a galera música ao vivo no Bar e Restaurante Maria Cachaça, na Av. 9 de julho em Jundiai. Quem tovaca era Savano, um bom e velho MPB e Pop Rock, não deu pra não ficar feliz com a boa música e a bela vista noturna da avenida!

Além disso adorei o coquetel chamado Mojito, super delicia a mistura de Rum, Soda limonada e folhas de hortelã!

Amanhã (6)  a noite tem mais, eu recomendo!

Deixe um comentário

Filed under Cotidiano