Category Archives: Política

Na minha humilde opinião…

Não quero tratar de assunto chato… mas de tanto ver essas discussões no face eu PRECIIIISO FALAR!

Felizmente a corrida eleitoral esta terminando, e fico a divagar qual tem sido meu papel no meio disso tudo. Eu cresci em meio a uma família que SEMPRE defendeu o PSDB. E até começar a conhecer o que de fato é política, era essa a posição que eu mantinha, uma opção sem base, por pura herança familiar.

O problema é que quando a gente decide abrir a cabeça para o mundo, se prender a rótulos e ideologias impostas já não é mais suficiente. Nada nos satisfaz, e a angústia só aumenta ao ver o mundo em guerra por culpa desses três fatores: filosofia, política e religião.

Ainda estou em processo de formação de minhas ideologias, e sinto que não vale a pena gastar minha energia em discussões pouco construtivas. E em partes fico até feliz de não ter me encontrado, pois isso me traz flexibilidade e liberdade, para ver (e opinar) de diversos ângulos.

Pode ser um exemplo ridículo, devido a importância da política, mas nessas eleições tomei a mesma postura que tenho com o futebol: “Não sou palmeirense, mas sim, contra o Corinthians”….rsrs…(com todo respeito é claro). Chega, já deu, 20 anos com o mesmo partido no poder faz com que eu me sinta em uma monarquia.

Estamos em um tempo onde ficar em uma empresa por mais de 10 anos, não é sinal de que o cara seja um bom profissional, mas sim, de que ele seja um grande acomodado. E colocar um cara novo como o LFM não quer dizer que as coisas se renovem tanto quanto deveriam, pois troca-se de prefeito, mas os mesmos parasitas, que vivem de “Cargos de Confiança”, permanecerão nos mesmo lugar.

Não acho totalmente negativo ter cargo de confiança, afinal, se o profissional for mais competente que um concursado, do que eu iria reclamar? Mas nãããããão, muito pelo contrário, essas sanguessugas estão ai como pesos mortos, atrapalhando o desenvolvimento (Não que eu seja burra de achar que a os únicos culpados são eles, e que não haja outras merdas acontecendo por ai sem que saibamos).

Me entristece (para não dizer “emputece”) ver grandes profissionais cederem a máquina por dinheiro e status, como se eles não fossem capazes de fazer nada melhor. E mais, me assusta ver pessoas dizendo coisas contra a importância de MUDAR. Mudança é SEMPRE uma evolução, independente se doa ou não, não se deve ter medo de arriscar.

Como não querer mudar depois de ouvir que:

– Muitos funcionários públicos são obrigados a trabalhar na campanha (de faxineiros a jornalistas), e isso inclui uma parente muito próxima, que teve de ceder por medo de perder o emprego;

 – Em Ivoturucaia, alguns comerciantes informais vêm sendo ameaçados pelo candidato do bairro (adivinha de que partido?), ou apóiam sua campanha, ou ele mesmo vai denunciar as irregularidades;

– Projetos de cunho social, educacional ou cultural são barrados todos os dias, por puro interesse dos que la estão;

E uma lista looooonga de problemas, que por não ter provas oficiais, é melhor ficar calada e garantir minha integridade. De uma coisa eu fico feliz, os fatos tem feito muita gente despertar do sono, e minha família despertou a tempo de dizer “BASTA! É preciso mudar!”. Mesmo que o LFM ganhe, terei o prazer de saber que minha família agora usa de seu senso crítico e vota com o mínimo de consciência.

Propostas e promessas não são suficientes, principalmente porque a população esquece, não fiscaliza, não cobra e só vai pensar em política depois de quatro anos. Já passou da hora de uma faxina!

Obs: Ainda que os exemplos dados percam sua força por eu não ter dado “nome aos bois”, me coloco no direito de proteger minhas fontes.

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Filed under Política

O nu ainda é tabu? #prontofalei

Vida de jornalista é assim, tão alucinada que não há horários para nada, principalmente para comer. Já tinha passado da meia noite quando a fome bateu, jantar sozinha é sempre uma tristeza, então sempre opto pelos programas de TV inúteis do canal aberto (é o que tem!), só para preencher o silêncio. E não é que para a minha surpresa o programa da Luciana Gimenez inovou essa noite?! Ao invés dos clássicos desfiles de langeries que deixam qualquer marmanjo de quatro babando, a pauta da noite foi a utilização do nu como forma de protesto, com duas integrantes do grupo Femen Brazil.

Como sempre o mesmo discurso hipócrita, recheado de falso vem para temperar a discussão. A polêmica: realmente é necessário por o peito de fora para conseguir alguma coisa??? É claro que se o mundo fosse tão certo quanto deveria ser (sem mulheres sendo violentadas física, moral, espiritual e moralmente), a resposta certa seria NÃOOOO!!! É fato quer nenhuma das grandes mulheres da história precisaram agir dessa forma, no entanto, os tempos são outros.

Mas o que muitos se esquecem é que quando ligamos a TV, não é raro ver mulheres vulgares, com vestidos curtíssimos, ou seminuas. Não é raro descobrir que muitas mulheres famosas dormiriam até com o Silvio Santos só para conseguirem o que querem. Não é raro entrar nas bancas e ver mulheres “respeitadas” que se deixam fotografar nuas, em troca de dinheiro e fama (as vezes acho que uma prostituta – literalmente – se da mais valor!). Não é raro ver um desfile de carnaval onde as mulheres usam apenas tapa sexo (Ok, em respeito à nossa cultura eu ainda tolero!). E ainda sim, PROTESTAR COM SEIOS DE FORA POR QUESTÕES POLÍTICAS É UM ABSURDO???

Falar não adianta mais. Os gritos, cartazes, narizes de palhaço e apitos já não impressionam, pois perderam o caráter subversivo, afinal, existem marchas para tudo agora né?! Apesar de eu ter uma postura política mais corrompida e alienada nos dias de hoje, confesso que admiro a atitude e coragem dessas garotas, e digo mais, se eu não fosse tão dominada pelo sistema arrancaria minha blusa e protestaria contra as putarias que acontecem nessa cidade, onde os políticos parecem zumbis comedores de cérebro (Zumbiahy!rsrsrs).

Em um momento onde poucos jovens se interessam por questões como essa, é louvável que garotas tão novas tomem alguma atitude. Uma coisa é certa, se por os peitos de fora não resolvesse nada, não teria tanta gente incomodada! O papel delas de intervir no dia a dia das pessoas já tem sido feito, elas não estão inertes em seus mundinhos ridículos, incapazes de pensar no próximo. E como dizem, “falem bem ou mal, mas falem de mim!”. Meu grande respeito!

Femen.org = Entendam de onde tudo isso surgiu! http://femen.org/

 

 

 

1 Comentário

Filed under Cotidiano, Política

Minha bíblia de Sincericídios – Parte I: Crítica a inércia.

Quem me conhece há pouco tempo, com certeza já me viu enchendo a cara, pegando quem da na telha, falando abertamente de sexo, orgasmos, asneiras e palavrões, e por isso, se espanta quando digo que há quatro anos eu era coordenadora de grupo de jovens e freqüentava a missa todo domingo. É fato que nunca fui o tipo de cristã fanática e alienada, que pregava coisas que não vivia e achava que viver intensamente era um pecado mortal, mas ainda assim, meu censo crítico não chegava a ser tão apurado quanto é agora, depois que decidi criar asas e viver minha própria vida.

Sempre me lembro do filme 300, no qual as crianças espartanas eram mandadas para a floresta para viver os perigos e privações, e se tornar um guerreiro de verdade. E foi praticamente isso o que fiz, com 19 anos finalmente sai da redoma de vidro e fui para “O Mundo”… Aquele lugar frio e sombrio, bem parecido com o inferno, segundo a ridícula imaginação dos pseudo católicos.

Experimentei muito do que eu tinha vontade, sensações, sentimentos, prazeres e desprazeres. Conheci pessoas e lugares. E até agora, um pouco menos frenética, ainda não cansei de cair e aprender a levantar. Sei que falta muito para viver e conquistar, no entanto, sinto-me bem menos reprimida e infeliz. Diante do espelho passei a ver quem realmente sou. E digo em alto e bom som, tem valido a pena tocar o foda-se em tudo e olhar para o meu próprio umbigo, às vezes é necessário um pouco de amor próprio.

Mundo X Igreja

Desde então tem sido difícil engolir pessoas e discursos, muitas vezes hipócritas, toda vez que visito a comunidade a qual pertenci. Parece que pararam no tempo, e todos só sabem repetir de maneira robótica aquilo que é ensinado há séculos. Não pensam, não vivem e muito menos sentem.  E aí do padre que tentar mudar!

E isso não é culpa do Catolicismo não, sempre que leio materiais elaborados a nível nacional, percebo que a igreja tem se adaptado a realidade e as novas tendências da sociedade contemporânea. Mas o problema tem um nome, HOMEM. É o homem que desanda a receita. Que usa a igreja em benefício próprio, para massagear o ego e o bolso.

Se o nego é submisso no trabalho, quer ser o manda chuva na igreja. Se não é compreendido em casa, briga com todos na igreja. Se não faz da vida o que ama, tem o prazer de destruir os sonhos alheios, e eu ficaria dias falando das merdas que tenho presenciado. Muitas comunidades acabaram se tornando igual ao mundo que tanto demonizam, isto é, se não forem piores.

Então me diga você ai que não sai da igreja, o que tem feito para que as pessoas trilhem o mesmo caminho que você escolheu? Se Jesus é a salvação, o que tem feito para que as pessoas o encontrem? Evangelizar dando catequese para quem vai até a igreja é fácil, mas e no seu dia a dia, você tem sido igreja? Tem sido sal da terra e luz do mundo?

Resistência da Fé

É claro que na intenção de impressionar e fazer você parar para pensar, estou sendo estupidamente generalista. Felizmente ainda há pessoas que fazem a diferença e lutam todos os dias para transmitir com fidelidade as mensagens de Cristo. Pessoas que tentam manter o divino equilíbrio entre fala, ação e oração, sem discriminar as demais religiões e excluir os que estão a margem da sociedade.

Algo que admiro muito na Igreja Católica, são as ações pastorais praticadas e incentivadas. Ações pelas quais a Igreja realiza a sua missão, que consiste primariamente em continuar a missão de Jesus Cristo. O objetivo não é o assistencialismo, mas sim, a evangelização somada a ação. Para quem não conhece existem várias, como: Pastoral da Comunicação, Pastoral da Mulher, Pastoral Carcerária, Pastoral da Saúde, Pastoral Afro-Brasileira, Pastoral de DST/AIDS, Pastoral da Terra e entre outras.

Em meu sangue corre a indignação com as injustiças desse mundo, e por isso, desde cedo meu pai dizia que eu devia ser da política, assim poderia canalizar minha rebeldia. A questão é que minha língua não cabe na boca e nem dentro do “Sistema”, o sincericídio é tanto, que sempre reconheci em mim a falta de vocação para o mundo da politicagem. Não sei fazer média, não sei puxar saco, não sei fingir que não sei.

Para mim quem faz política hoje são as organizações apartidárias, os cidadãos que todos os dias fazem suas pequenas ações transformadoras, os cristãos da Pastoral da Fé e Política que evangelizam e ensinam seus irmãos a votarem conscientes, e entre outras manifestações.  Se você vai a igreja e as urnas só por obrigação baby, meus pêsames!

Deixe um comentário

Filed under Cotidiano, Eu, Política

132º Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Jundiaí

Nem sempre o ócio é improdutível né?rsrs…

Hoje acompanhei pela primeira vez uma sessão da Câmara Municipal de Jundiaí. Do meu jeito meio louco, com minha 9camiseta do Voto Consciente Jundiaí, fiz meus comentários no facebook e registrei minha presença com algumas imagens…vejam só:

Presidente Julião

 

Ver. PAulo Sérgio teve 3 Projetos de Lei vetados por serem inconstitucionais

Ver. Gustavo Martinelli apresentando projeto "Estacione Consciente"

Ver. Durval Orlato argumentando sobre Projeto de Lei sobre Vale-Educação

1 Comentário

Filed under Fotografia, Política

Ciclorota Cidadã: um direito de pedalar com segurança

Ciclistas se organizam para fazer Intervenção Urbana na Av. Nove de Julho

Quem nunca pediu uma bicicleta de presente para o Papai Noel?

Mesmo sendo sonho de consumo da maioria das crianças, a bicicleta foi criada para ser útil como meio de transporte e não somente para lazer. A preocupação com o meio ambiente trouxe a tona a necessidade de optar por métodos que evitem a emissão de carbono na atmosfera, e é ai que chegamos à bicicleta como uma das alternativas mais eficazes no transporte urbano.

Já são mais de dois anos que o grupo Bicicletada Jundiaí vem mobilizando a sociedade, tentando implantar na cidade a cultura das duas rodas, e agora em 2011, a Prefeitura Municipal de Jundiaí resolveu finalmente começar a olhar para o assunto e dar um pequeno passo a favor das bicicletas.

A novidade é que a partir do dia 14 de agosto, os jundiaienses que gostam de andar de bicicleta terão uma faixa exclusiva aos domingos na Av. Nove Julho, a chamada ciclofaixa. No entanto, essa conquista ainda é pequena e insuficiente para construir uma cultura onde as pessoas preferem deixar seus carros na garagem e desfrutar de todos os benefícios que a bicicleta pode trazer.

“Queremos também alertar a Prefeitura de que colocar a ciclofaixa na pista da esquerda e manter a velocidade da avenida em 70km/h é um risco muito grande para os ciclistas. Temos insistido nisso em nossas reuniões com a Secretaria de Planejamento e esperamos que eles reavaliem” conta Henrique Parra Parra Filho, um dos animadores da intervenção urbana.

 

Ciclorota Cidadã

 

Inspirados nos moldes já desenvolvidos em Nova York e na grande São Paulo, no próximo sábado (30/07), à partir das 15h00, será realizada na Av. Nove de Julho uma intervenção urbana artística batizada de Ciclorota Cidadã. Ou seja, não bastam ciclofaixas para educar a população, também é preciso construir ciclorotas onde as ruas recebem sinalizações específicas para os ciclistas, ressaltando o seu direito de circular livremente pelas vias públicas.

Para chamar a atenção de quem estiver passando no momento, a primeira parte da intervenção será reproduzir no chão bicicletas semelhantes às sinalizações de trânsito, utilizando-se de materiais fáceis de serem removidos como giz e fita adesiva, não prejudicando o meio ambiente e evitando a marginalização do ato. Por fim, panfletos de apoio serão distribuídos no final do percurso.

 

Serviços

Data: 30/07/2011

Horário: 15hs – 18hs

Ponto de Encontro: Abaixo do pontilhão da Av. 9 de Julho

 

Quem pode participar: ciclistas e todos aqueles que se interessam pela causa.

Deixe um comentário

Filed under Cotidiano, Cultura, Meio Ambiente, Política

Jundiaí entre as cidades para Recadastramento Biométrico

Que nossa digital é única não é novidade para mais ninguém, mas você já imaginou que um dia iria precisar dela para votar?

Pois é, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) finalmente decidiu acompanhar o ritmo das tecnologias e investir em urnas eletrônicas com sistema de identificação digital. Segundo eles, “A principal vantagem do novo sistema é a segurança. Com a identificação biométrica não haverá a possibilidade de um eleitor votar no lugar de outro, tornando ainda mais seguro o sistema de votação eletrônico”. Para minha felicidade significa muito mais do que isso, pois como sou mesária da justificativa há 2 eleições, não vou mais preencher aqueles papéis chatos a mão!rs.

Jundiaí está incluída na segunda etapa do recadastramento que começará dia 25 de julho e irá até 16 de dezembro (Itupeva e Sales Oliveira tem datas diferentes). O eleitor deve procurar o seu cartório eleitoral munido de documento de identificação com foto, título eleitoral e comprovante de residência. Ele será fotografado e terá coletadas as impressões digitais dos dedos das mãos.

As urnas já foram testadas nas eleições de 2008 e 2010, alcançando um total de 60 cidades e 23 estados. O TSE estima que todos os eleitores do país estejam identificados pelas digitais até 2018.

 ATENÇÃO: O eleitor que não comparecer no período estipulado terá a inscrição eleitoral cancelada. Quem estiver em situação irregular, além de não votar, não consegue participar de concurso público, renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial e obter empréstimo em estabelecimento mantido pelo Governo. Os servidores públicos com título cancelado também ficam impedidos de receber o salário.

Serviços:

Em Jundiaí, o eleitor deve procurar o cartório eleitoral em que está inscrito.
065ªZE – Rua dos Bandeirantes, 103, Centro – FONE: 4522-6101
281ªZE – Avenida Doutor Cavalcanti, 702, Centro – FONE: 4817-1184
424ªZE – Rua dos Bandeirantes, 103, Centro

Para mais informações acesse: http://www.tre-sp.gov.br/biometria_2011/faq.html

2 comentários

Filed under Cotidiano, Política

Minha fome de sonhos

Uma pessoa que não tem sonhos e útopias vive de que?
Ou melhor, vive para que?

Não sei de onde veio minha inquietação com o mundo. TAlvez seja por culpa do meu pai que se faz de durão, mas é tão sensível quanto ignorante com qualquer forma de injustiça. Minha mãe também tem sua parcela de culpa, pois não conheço mais ninguém que dedique tanto sua vida para o bem das pessoas que estão ao redor. Ambos não são cultos, mas ensinaram-me as lições mais valiosas do mundo, como “Não faça para os outros o que não quer para você”, “Seja bom, mas se respeite”, “Eu te ensinei o que é bom, agora você faz o que achar melhor”, ou ainda, “Se brigar na escola, quando chegar aqui vai apanhar também”. Mas o melhor de tudo é quando dizem, “Confio em você”.

A história dos meus pais é feita de sonhos que graças a Deus foram realizados, mas atenção, só depois de MUITA LUTA. Foram estes ensinamentos que felizmente me salvaram de muitas decepções. Foram os sonhos plantados em mim que me  mantiveram em pé até então.

Agora me pergunto porque não sonhar?
Sua vida é difícil? De quem não é?
Se só reclamar adiantasse, juro que a profissão que mais ganharia dinheiro seria a de ouvidor, por que haja saco para aguentar viu!!!

Mas falando de sonhos, isso me lembra quando no último ano do ensino médio eu e duas amigas decidimos nos candidatar para o grêmio da escola. Nunca tinhamos tentado, mas o espírito subversivo e contestador nascera em nós naquela época, começamos a nos tornar idealistas, e não estávamos felizes com o que nos ofereciam, queríamos mais. Nos dirigimos até a coordenadoria, mas tivemos que sair com o rabo entre as pernas, pois a data de inscrição das chapas havia terminado um dia antes e não havia nada a se fazer. Imaginem a decepção??? Para piorar descobrimos depois que ninguém mais tinha se interessado pelo grêmio, NENHUMA CHAPA havia se inscrito para concorrer com a atual, e eles preferiram manter a antiga. O CÚMULO!!!!!

Enfim, isso me marcou.
Fico feliz ao ver que hoje alguns alunos tem oportunidades como a do concurso Cidadonos, onde professores tem levado para dentro das escolas um projeto que estimule o pensamento crítico e que ainda valorize quem esta interessado em fazer a diferença.

Se não fosse minha gostosa inquietação com o mundo, e se eu dependesse apenas da boa vontade dos que estiveram ao meu lado, certeza que não estaria tão feliz no Voto Consciente. 

MAs não posso generalizar, então vai meu agradecimento aos raros professores que fizeram a diferença na minha vida:

Carmelito (artes) – me disse que eu devia ser jornalista, mesmo eu jurando que queria psicologia!kkk

Jane (história) – mostrou a importância de manter a mente aberta para outras experiências

Cidinha (inglês) – ensinou o que é o carinho entre aluno e professor

Alexandre (matemática) – ensinou o que é solidáriedade e responsabilidade com o meio ambiente

Vânia (portugues) – falou que eu não devia insistir na psicologia, mas sim ir direto para aquilo que no fundo eu tanto queria(artes). Além de incentivar a leitura de livros sensacionais.

Vírginia (geografia) – despertou a crítica com a sociedade e me indicou os livros do Augusto Cury que hoje eu amoooo!!!

Professor de filosofia que eu não lembro o nome – inspirou meu senso crítico ao ser o exemplo vivo de como não se deve dar uma aula de filosofia.

Tia da biblioteca – sempre quebrava meu galho para não ter que pagar multa, e ainda me indicava os livros mais fodas!!! Sds!

Obs.: Estes foram meus professores do ensino médio, talvez em outro post eu volte a falar no assunto e cite os anteriores.

4 comentários

Filed under Cotidiano, Eu, Política