“Olhos que sentem”

Show de hoje (13), na Sala Glória Rocha, revela talentos da União dos Deficientes de Jundiaí e Região (UDJR)

Viciado, homossexual ou soropositivo, qualquer pejorativo não importa, a questão é que Cazuza era um sábio em sua poesia, “Olhe o mundo com a coragem do cego, entenda as palavras com a atenção do surdo, fale com a mão e com os olhos, como fazem os mudos”. Seja na “I got a Woman”, de Ray Charles, “I Just Called To Say I Love You“, de Stevie Wonder, ou “Vivo por Ella”, de Andrea Boccelli, a deficiência visual nunca foi empecilho para quem realmente tem a música no sangue.

A história nos mostra que música não se faz só com mãos, olhos, e nem com os ouvidos, afinal, Ludwing van Bethoveen mesmo surdo, foi um dos pilares da música ocidental. Música se faz com a alma, com o coração, e “Per Amore”, como canta Bocelli. É com esse amor que Magno Henrique Mendes, presidente da União dos Deficientes de Jundiaí e Região (UDJR), vêm desenvolvendo seu trabalho com a banda UDJR há três anos.

Formada por deficientes visuais, e não deficientes, a UDJR vai tocar nessa sexta-feira (13), a partir das 19h, na Sala Glória Rocha. O show beneficente, chamado “Olhos que sentem”, vai mostrar além do que seus olhos podem ver. O professor da oficina de técnicas vocais da UDJR, Mil Taroba, também estará presente com sua banda Let’s Groove, e o repertório feito do melhor do MPB, Soul, Samba Rock e Black Music Brasileira.

A UDJR leva a sério Mário Quintana e prova que “Cego é aquele que não vê seu próximo morrer de frio, de fome, de miséria. Surdo é aquele que não tem tempo de ouvir um desabafo de um amigo, ou o apelo de um irmão”. Atuante desde 1993, a União “é um ponto de encontro onde as pessoas que necessitam de um tratamento especial, encontrarão sempre alguém para ouvi-los e aconselhá-los de modo a proporcionar-lhes conforto psicológico”, e por isso, oferece diversas oficinas a essas pessoas, sendo elas: braille, ginástica corporal e qualidade de vida, goalball, informática, inglês, prática de atividade de vida diária (AVD), soroban, técnicas vocais, violão, visitas culturais, psicologia comunitária e reparo de bengalas. Para saber mais sobre a UDJR, acesse: http://www.udjr.org.br.
Serviços
“Olhos que sentem “ (show beneficente)
Banda UDRJ e Let’s Groove
Data e hora: 13 de abril, às 19h
Local: Sala Glória Rocha – Rua Barão de Jundiaí 1093 – Centro – Jundiaí

 

 

* Publicado no dia 13/04/2012, no caderno Sirva-se do Jornal da Cidade

Anúncios

Deixe um comentário

Filed under Sirva-se (JC)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s