“O rico inventário das paixões humanas”

Atividades em comemoração ao centenário de Nelson Rodrigues vão agitar a agenda da Cia. Paulista de Artes, com “As Noivas de Nelson”

O noivo, exausto de tanto trabalhar, só quer saber de dormir. O amor cego pela noiva extremamente feia, a traição, e um assassinato. A sogra que vai morar com o novo casal. Uma noiva temperamental que se suicida. Sorrisos que viram lágrimas, e sempre a mesma preocupação com a tão sonhada noite de núpcias. Histórias escritas há quase meio século, mas que são surpreendentemente atuais.
É com pitadas certas de drama, realismo e bom humor, que o diretor Marco Antônio Braz, da Cia. Paulista de Artes, traduziu em “As noivas de Nelson” cinco contos (“Delicado”, “Excesso de Trabalho”, “O Sacrilégio”, “Feio demais” e “Pastelzinho”) do livro “A vida como ela é”, publicado pelo escritor e dramaturgo Nelson Rodrigues, entre 1951 a 1961, na coluna diária do jornal Última Hora.
Amor e morte sempre foram às obsessões de Nelson, além da paixão pelo Flamengo, suas obras são crônicas que relatam o comportamento psicológico, sexual e linguístico das classes médias brasileiras. Assim, é possível entender quando Arnaldo Jabor afirma para a revista BRAVO! , “Nelson Rodrigues não fica démodé porque fala sobre a vida, e a vida não é datada”. Toda sua intensidade também pode ser constatada na biografia “O Anjo Pornográfico”, escrita em 1992, pelo jornalista Ruy Castro. Discorrendo sobre tabus sem “travas na língua”, a respeito de Nelson Rodrigues só existem duas opções, ou gosta, ou desgosta, não há meio termo.
No ano de comemoração do centenário, a Fundação Nacional de Artes (Funarte), lançou edital que institui o “Prêmio Funarte Nelson Brasil Rodrigues: 100 Anos do Anjo Pornográfico/2012”, que vai homenagear o autor com apresentações das 17 obras escritas por ele. Desde 2008 a Cia. Paulista já venceu mais de 60 prêmios no Brasil e em Portugal, e certamente não vai perder a oportunidade de trazer mais esta conquista para Jundiaí.
Segundo Ana Maria Barreto, assistente de direção de “As Noivas de Nelson”, o elenco é o mesmo desde o início, e todos adoram a peça que se tornou a “cereja do bolo” da Cia. Paulista. Há pretensões de novas montagens no futuro, mas no momento vão continuar com as turnês, e quem sabe, levar o projeto para EUA e Espanha.
Dias 6 e 7 de fevereiro, a partir das 21h30, no Teatro de Arena, em São Paulo, haverá mais uma apresentação de “As Noivas de Nelson”, e a Cia. Paulista de Artes aguarda ansiosamente convites para as atividades que vão acontecer este ano em comemoração ao centenário. Para os interessados em participar do edital da FUNARTE, as inscrições ficarão abertas pelo prazo de 45 dias, a contar do último dia 31 de janeiro, quem quiser saber mais acesse: http://www.funarte.gov.br.

Obs.: Publicado no Sirva-se do Jornal da Cidade de Jundiaí, dia 02/02/2012

Anúncios

Deixe um comentário

Filed under Sirva-se (JC)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s