Entre imagens e histórias a arte de documentar

No ‘1º Saraum’, além de música, dança, poesia e teatro, jovens lançam documentário próprio sobre a Vila Ana

“A favela, nunca foi reduto de marginal… a favela é um problema social” canta Seu Jorge com a autoridade de quem viveu na pele e conhece bem o que esta falando. Antes era a favela, o gueto, um lugar de marginais. Mas deram a volta por cima e mostraram que lá tem gente de verdade, honestidade e dignidade. Agora é carinhosamente “A Comunidade”, nas palavras de Arlindo Cruz, com “Becos e vielas, eu encanto e canto uma história feliz, de humildade verdadeira, gente simples de primeira!”.
De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, Jundiaí tem 374.962 mil habitantes, parte deles vive em bairros periféricos como Vila Ana, São Camilo, Jd. Felicidade, Vila Aparecida ou Tamoio, e a outra parte não tem noção do quanto tais bairros são ricos em histórias, diversidade e talento.
Graças ao trabalho do povo, a Vila Ana é hoje “Uma comunidade em transformação”, que recebeu a atenção da Prefeitura Municipal de Jundiaí e passa por um processo de reurbanização. Vestígios dessa movimentação poderão ser vistos no documentário “Vila Ana: Nosso Bairro”, que será exibido no “1º Saraum”, domingo (26), às 16h, na Igreja Santana, na Vila Ana.
O documentário foi realizado por jovens que residem no bairro, e participaram da Oficina de Vídeo no Ponto de Cultura do Clube 28 de Setembro, em parceria com a Pastoral de Atendimento e Integração ao Menor – PAIM, e a Leso Vídeo Filmes. O tema foi escolhido pelos participantes, que tiveram total liberdade para fazer pesquisas e entrevistas, durante os meses de agosto, setembro e outubro de 2011. Alguns personagens foram importantes na construção do documentário, como por exemplo, os líderes comunitários Eurico Gonçalves de Lima e Rodrigo André de Brito, e a jornalista Eliane da Silva Pinto, que em seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) adotou a Vila Ana como tema. Segundo a equipe da Leso Vídeo Filmes, “O filme prevê a reconstrução histórica da Vila Ana – bairro pioneiro e exemplo internacional na aplicação da Rede de Desenvolvimento Local e que tem como fundamento a detecção, via população, de suas principais necessidades, o que proporciona a valorização do espaço e de seus agentes aglutinadores: líderes já atuantes e moradores”, de acordo com os produtores da Leso Vídeo e Filmes.

Obs.: Publicado no caderno Sirva-se do Jornal da Cidade de Jundiaí, dia 24/02/2012

Anúncios

Deixe um comentário

Filed under Sirva-se (JC)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s